Blog OQVestir

RSS
abr
29

História da moda: quando surgiu o comprimento mídi?

WELOVE2

Saias e vestidos de comprimento mídi têm um perfume retrô. Mas você sabia que as bainhas começaram a subir ainda na década de 1920? Tudo para facilitar a vida das mulheres que começavam a entrar no mercado de trabalho. Em 1927, as saias chegaram a uma altura logo abaixo dos joelhos – um efeito conquistado pela juventude em um período pós 1ª Guerra Mundial. Já na década seguinte, após uma série de protestos e uma pressão da indústria têxtil, que, então, vendia menos tecido, as bainhas despencaram para a altura dos tornozelos novamente e os shapes ficaram mais próximos ao corpo.

20150428_historia-saia-midi_oqvestir_01

A grande revolução seguinte foi em 1947, com o New Look apresentado por Christian Dior, uma resposta às sóbrias silhuetas usadas pelas mulheres durante o período da 2ª Guerra Mundial. As saias retas saíram de cena para dar lugar ao movimento e volume de modelos. À época, a coleção foi muito criticada, mas acabou ganhando o coração das mulheres nos dois lados do Oceano Atlântico. Os Anos Dourados pediam ostentação e muito tecido! O hit de Dior fez a moda francesa brilhar novamente. Nos anos 1950, o comprimento foi uma forte tendência ao lado do shape ladylike – até hoje, considerado o look-chave da década. A partir da década de 1970, o mídi ganhou uma definição mais ampla: qualquer bainha na altura entre os joelhos e os tornozelos.

História Saia Mídi - Peças

Siga o Blog do OQVestir no Bloglovin

One Response to História da moda: quando surgiu o comprimento mídi?

Deixe uma resposta para Pedro Dash Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *